O que não esperar do ano novo

Há pelo menos quatro coisas que não se resolvem automaticamente com a passagem do ano: culpa, saudade, arrependimento e piedade. Mesmo assim, tenho observado que há resoluções pequenas que podemos tomar para que elas sejam renovadas manualmente.  CULPA é um sentimento peculiar do ser humano, avisando que algum tipo de transgressão aconteceu. Sentir-se culpado por ter dito ou feito algo na hora errada ou à pessoa errada compromete nossa habilidade de se alegrar e ter prazer em qualquer outra coisa.  O ano novo não tem nenhum efeito automático na remoção da culpa, mas podemos manual e intencionalmente tomar decisões práticas: 1) Converse com alguém mais experiente e certifique-se de que sua culpa é justificada. Há muitas pessoas que sofrem com uma culpa injustificada. 2) Deixe a pessoa a respeito de quem você se sente culpado saber do seu sentimento. Você não faz ideia do poder que esse pequeno gesto tem. Há casos em…

As três reações de Maria

Como você tem reagido ao evento do natal? A conhecida expressão “Ave Maria!” (a versão em latim da saudação do Anjo Gabriel) é usada hoje em dia quase de forma inconsciente para expressar espanto. Coincidência ou não, uma das reações de Maria na ocasião quando tal saudação lhe foi dirigida…

Para que servem os protocolos?

A mídia internacional mostrou recentemente o comportamento “desprotocolado” do presidente americano ao lado da rainha da Inglaterra. Para os que têm acompanhado os noticiários internacionais, isso já era esperado. A minha pergunta diante desta cena é a seguinte: Por que uma pessoa decide quebrar protocolos de conduta? Os jornais relataram…

Plano ilimitado de bênçãos?

Recebi recentemnete a seguinte pergunta: “Você já ouviu falar no plano ilimitado de bênçãos baseado no Salmo 23?” Não sei se fiquei mais espantado ou curioso. Eis o que responderia a alguém que já adquiriu o tal plano.  Você já parou para ler todas as informações em letras miúdas no…

Qual o gênero do Espírito Santo?

Recebi recentemente mais uma pergunta sobre o gênero da terceira pessoa da Trindade. Dessa vez ela chegou até mim nos seguintes termos: “Eu ouvi falar que o termo hebraico para ‘espirito’ no Antigo Testamento é feminino e, por isso, deveríamos pensar na terceira pessoa da Trindade como uma mulher. É…

O teste da murmuração

Nem todos concordam que  o direito que temos de comentar deva ser restringido pelo risco de murmurar. Comentar não é o mesmo que murmurar. Há os que conseguem fazer  uma coisa sem incorrer na outra. Concordo plenamente. Entretanto, como saber se nosso comentário já deixou de ser mera observação e…

123