Estive Pensando 2

Não é fácil saber quando Deus está por detrás de um evento histórico. Ainda é muito difícil saber todos os planos de Deus com essa pandemia. Essa dificuldade se deve especialmente ao fato de ele usar muitos agentes e instrumentos inesperados. Um dia ele operava maravilhas por meio de Moisés, aquele com quem ele falava faces face, como um amigo fala ao seu amigo. Outro dia ele agia por meio do estranho profeta chamado Balaão, contratado para amaldiçoar o povo de Israel que caminhava no deserto rumo à terra prometida. Um dia ele abria o entendimento de Lídia para ouvir e entender aquilo que Paulo falava, resultando na conversão dela e posteriormente de toda a sua casa. Outro dia ele endurecia o coração dos filhos do sacerdote Eli, fazendo que eles não ouvissem o conselho de seu pai, pois ele (Deus) já havia decidido que queria matá-los. Um dia ele conduzia o servo do patriarca Abrãao até a terra de Padã-Arã onde encontraria de maneira miraculosa uma esposa para Isaque que fosse parte da família do patriarca. Outro dia ele endurecia o coração de Sansão para que não ouvisse o conselho de seus pais, fazendo com que ele se envolvesse com uma mulher filistéia. Um dia ele chamava Davi dentre os filhos de Jessé, fazia dele seu ungido para reinar sobre a nação de Israel e, por meio dele, operar grandes coisas, outro dia ele chamava Ciro, o rei persa, de “meu ungido” a quem tomou pela mão para fazer coisas inimagináveis, ainda que ele sequer conhecesse o Deus de Israel.

Veja, então, que não é fácil saber de que lado Deus está agindo. O correto seria começar a entender que Deus age por meio de tudo e de todos para cumprir seus propósitos e, também, que ele não espera que identifiquemos quando e onde ele está agindo. Nos casos mencionados acima, só foi possível saber de que lado Deus estava depois que o evento já tinha acontecido.

O mover e o agir de Deus na história não é uma brincadeira de esconde-esconde, mas um grande exercício espiritual que prepara nossa mente para se relacionar com um Deus infinito e insondável.

Há mais sabedoria em contemplar os feitos de Deus do que tentar esquadrinhá-los ou predizê-los.
Pense nisso.

Daniel Santos

.

.

 

 

 

Lembrou-se de alguém enquanto lia? Compartilhe.

Professor, pesquisador e pastor. Amo ouvir, refletir e divulgar boas ideias. Creio, sigo e sirvo o Deus que se revelou nas Escrituras do Antigo e Novo Testamentos.

One Comment

Opinião, comentário ou crítica.

%d blogueiros gostam disto: