O objetivo da primeira praga no Egito

Baseado em Êxodo 7.14-24 A primeira audiência de Moisés com Faraó, para tratar da libertação do povo hebreu da terra do Egito, foi um tiro no pé, humanamente falando. Na visão de Faraó, toda essa história de querer ir ao deserto para prestar culto ao Senhor era fruto de ociosidade….

Por que Deus usou Sansão?

Qual é o parâmetro usado por Deus quando ele decide revestir com o seu Espírito pessoas como Sansão? A primeira vista, a conexão entre o ‘revestimento do Espírito’ e a ‘piedade’ daquele que recebe tal revestimento não é levada em consideração no caso de Sansão. Por que Deus faria isto? Como…

Rodeado por incompetentes

Confiança e deslealdade são duas coisas que não se combinam. A confiança é uma atitude cativada em relação a alguém ou algo que correspondeu à nossa expectativa por determinado período. Quanto mais nossa expectativa é correspondida, mais a confiança aumenta. Esse provérbio constrói uma comparação curiosa com as figuras ‘dente…

Esperar adoece o coração

Ninguém gosta de adiar a realização de seus sonhos. Adiar demais aquilo que tanto esperamos faz adoecer o coração, como esse provérbio bem afirma. A primeira pergunta que devemos fazer em resposta à declaração do provérbio é: Quem é o responsável por adiar ou cumprir os desejos do nosso coração?…

Será que foi um tiro no pé?

  O pedido de Moisés O primeiro confronto de Moisés com Faraó era para ser apenas uma formalidade. Isso porque ele sabia, de antemão, que Faraó não aceitaria a ideia, em hipótese alguma. Pense na proposta: dispensar toda a classe trabalhadora do país para um acampamento espiritual no deserto. E…

Não preciso de conselho

Esse provérbio contradiz o dito popular “se conselho fosse bom, não se dava, vendia-se”. O raciocínio por detrás desse dito é que não se entrega a troco de nada aquilo que tem efetivamente algum valor, logo, se alguém tanto se empenha para passar adiante alguma coisa sem custo, deve haver…

56789