• Home
  • /
  • Author: Daniel Santos

Em defesa da mulher de Jó

O que motivou a mulher de Jó a sugerir ao seu marido que amaldiçoasse a Deus e morresse? Não é fácil entender as razões que a levaram a criticar duramente a piedade dele. É verdade que a dor causada pela morte de seus filhos teve uma contribuição significante em sua atitude, mas isso não explica e nem justifica…

O prejuízo da sinceridade excessiva

O insensato não tem prazer no entendimento, senão em externar o seu interior. (Provérbios 18.2) Não é fácil discernir a verdadeira motivação de uma pessoa com respeito àquilo que faz, fala ou pensa. Na verdade, há situações em que nem mesmo a pessoa sabe porque fez o que fez. Esse provérbio apresenta uma excelente ferramenta…

A difícil tarefa de amar a disciplina

Quem ama a disciplina ama o conhecimento, mas o que aborrece a repreensão é estúpido. (Provérbios 12.1) Qual a relação entre aprendizagem e correção? No contexto do livro de Provérbios, não há aprendizagem sem correção. O provérbio em questão ainda vai além e propõe que o relacionamento que devemos ter com a correção ou disciplina…

O boi nosso de cada dia

  Não havendo bois, o celeiro fica limpo, mas pela força do boi há abundância de colheitas. (Provérbios 14:4) O trabalho do ser humano é auxiliado, desde o princípio da humanidade, pela força dos animais. Especialmente depois da queda, quando o trabalho humano foi dificultado pela presença das pedras e os espinhos, a força do boi,…

12345